quarta-feira, 18 de julho de 2007

Te amo

Te amo agora
Te amo nos teus atos
Te amo em cada erro
Te amo na eternidade
Te amo aquecida pelo teu sorriso
Protegida pela luz do teu olhar
Te amo como uma criança boba e inocente
Te amo cada vez que eu respirar
Te amo a mil por minuto
Te amo cada vez que eu perder
Te amo nos dias frios
Te amo dando-lhe palavras
Enquanto você me retribui com beijos
Te amo, onde quer que você vá
E mesmo que estejamos perdidos em lugar algum
Mesmo que eu fraqueje em meus medos banais
E já não consiga traduzir em palavrasTe amo agora... e cada vez mais!

Um comentário:

mateus müller disse...

como diz a banda bidê ou balde:

"é sempre amor, mesmo que mudee... com ele aonde quer que esteja...
é sempre amor, mesmo que alguém esqueça o que passou"