sexta-feira, 20 de julho de 2007

Sempre com você

Sempre com você


Nos teus olhos eu sou uma criança
E somos um só no espelho do mar
Um frágil barco que a vaga balança
Será que garotos sabem chorar?

E será que eu também sei sentir medo?
Será mesmo que é de você que eu preciso?
Será que eu sou só um brinquedo?
Será que você já cansou de brincar comigo?

Versos, sempre lembram alguém
Meus versos, teus versos, tão iguais
E será que no arco-íris, na estrela mais além
Existem mais sonhos reais?

Quem sabe um beijo a mais seria tudo
E outra mentira seria nosso fim
Quem sabe, se você implorasse perdão seria absurdo
E eu como sempre estaria aqui

Um comentário:

mateus müller disse...

bah q balaaa
vc fez isso pela 2ª vez:

fez com que eu me visse na poesia, assim como na logogrifo!

mas nunca esqueça:

garotos não choram!

sahuashuuhas bju