sexta-feira, 20 de julho de 2007

Sol e Lua

Sol e Lua


Afinal, quiseste amor ou aventura?
Coisas frívolas, passageiras, como eu
Algo sem futuro e sem estrutura
Sem chances de volta, teu adeus

Não podia continuar comigo
Sabendo que não agüentaria
Eu, apenas, a única
Somos mais diferentes que maré e calmaria

E nossa história perdura
Sempre indo e voltando
Comparaste-nos ao sol e à lua
Ele sempre tão majestoso e iluminado
Ela tão frágil, banhada em pranto

Acreditas em amor pra vida toda?
Antes eu era um paralelo
Eu era uma estrela qualquer
Mas então somos dois elos
Que eu não sabia existir sequer

Um comentário:

mateus müller disse...

E não sabes, que tal elo nos unia?
agora negas, pq sou eu o vento e tu a calmaria
mas pense em tudo o que nunca ocorreu
e a ultima palavra te digo: adeus!