sábado, 25 de agosto de 2007

Oiapoque a Chuí 2

eu vou te procurar
até os confins da estalactite
vou te pedir pro mar
fazer promessa em Recife
eu vou te trazerda via láctea um cometa
e no céu vai brilharo meu amor, milhoes de estrelas
e vai ser recíproco
o meu sangue o teu sangue
num sorriso ambíguo
vc me dá seu anel de brilhante
eu vou sentir teu toque
em cada pele q minha pele sentir
nem q for pra te buscar
de oiapoque a chuí

Um comentário:

mateus müller disse...

"teu sangue o meu sangue"

pura poesia, thata!

curti mesmo! beijo... ^^